Conhecimento e foco em resultados: Defensoria Pública inicia elaboração de seu plano estratégico 2020/2024

Uma Comissão formada por membros e servidores da Instituição foi criada, a fim de viabilizar as atividades e realizar um planejamento.
Fonte Cléo Oliveira/Ascom DPE-TO

Instrumento de desenvolvimento para evolução das pessoas e para a melhoria da qualidade dos atendimentos para assistidos e assistidas. Esse conceito, relacionado à importância de um planejamento estratégico devidamente elaborado e focado em resultados, é o que norteia os trabalhos da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) para a elaboração de seu plano estratégico 2020/2024.

Uma Comissão formada por membros e servidores da Instituição foi criada, a fim de viabilizar as atividades e realizar um planejamento baseado em conhecimento sobre a DPE-TO e focado em resultados.

A Comissão foi instituída por meio da Portaria nº 684/2019 e é responsável pela elaboração do Plano, que tem como objetivo o estabelecimento de práticas focadas na gestão estratégica com escopo de oferecer serviço institucional eficaz à sociedade.

Conforme o Presidente da Comissão, o Superintendente de Defensores Públicos, Murilo da Costa Machado, trata-se de um momento importante para a Instituição, que pode fazer uma releitura do que já foi produzido em termos de planejamento estratégico e aprimorar esse processo nesse novo ciclo.

Para o Defensor Público-Geral no Tocantins, Fábio Monteiro dos Santos, os membros da Comissão devem estar atentos à importância do Plano a fim de que missão, visão, valores, objetivos e projetos da Instituição – elementos fundamentais de um planejamento estratégico – estejam em consonância com a Defensoria e levem a resultados para as pessoas assistidas.

 

Elaboração do Plano

“Precisamos ter inteligência estratégica institucional para elaborarmos projetos e ações exequíveis, mas em consonância com as necessidades a serem sanadas, sempre com foco na melhoria do atendimento”, disse o Superintendente de Administração e Finanças da DPE-TO, Francisco Carlos Gois Nonato, que está à frente dos trabalhos técnicos do planejamento.

Para a concepção do Plano, serão realizadas cinco oficinas, sempre com o objetivo de viabilizar tecnicamente a elaboração do planejamento estratégico da Defensoria. A primeira foi realizada na sexta-feira, 9, na sede da DPE-TO, em Palmas.

Foto: Loise Maria/Ascom DPE-TO


Was This Post Helpful:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Deixe seus Comentario