Categorias
Uncategorized

Covid-19: CBMTO reinicia testes rápidos na corporação nesta quarta

Em oito dias, nova rodada será executada e pretende verificar quantos militares podem ter tido o vírus

 

Os bombeiros militares que atuam nas unidades do CBM em todo o Tocantins reiniciaram nesta quarta-feira, 17, outra rodada de testes rápidos que será executada em duas etapas. A primeira acontece hoje e a segunda depois de 8 dias. A ação é feita por meio da Coordenação de Saúde e Assistência Social da corporação, que quer mapear o índice de servidores que já teve ou que está infectado com o novo coronavírus.

Os kits de testes rápidos foram doados para o Corpo de Bombeiros Militar na semana passada, pela empresa Kenerson Go Eyewear, por meio do Governo do Tocantins. São duas mil unidades.

“Esses testes detectam se o bombeiro militar teve contato com o vírus, recentemente. Ou se ele já tem o anticorpo, por meio de contato há bastante tempo”, esclareceu o tenente-coronel Luciano Nakano, coordenador de Saúde e Assistência Social do CBMTO.

Em Palmas, os bombeiros militares estão realizando os testes no Centro Integrado de Saúde e Assistência Social (CISAS), anexo ao Quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militares.

Nas demais unidades, o militar deverá procurar a localidade de lotação para a testagem.

A segunda rodada será daqui a oito dias (dia 25). “Em oito dias, na nova rodada, se derem negativo hoje, podem dar positivo na próxima. Esse é o mapeamento que a gente vai fazer para toda a corporação”, relatou Luciano Nakano.

Os testes não são obrigatórios. Contudo, o tenente-coronel Luciano Nakano recomenda que 100% da tropa seja verificada e assim ter um mapeamento completo.

“Com os testes, a gente consegue gerenciar escalas de serviços operacionais e administrativos, com critérios para prevenção e proteção de todos. É possível identificar quais unidades estão com mais militares infectados ou com os anticorpos contra o vírus e assim montar uma escala com os que estão com anticorpos, e proteger os demais”, concluiu.

Luiz Henrique Machado/Governo do Tocantins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *