Projeto Juntos Pela Cidadania realiza 3,3 mil atendimentos na região do Jalapão

A 2ª Edição da ação contou com mobilização de diferentes pastas do Governo do Tocantins para realização de atendimentos em diversas áreas no município de Mateiros.
Fonte Jaqueline Moraes e Vitória Soares/Governo do Tocantins

A 2ª Edição do Projeto Juntos Pela Cidadania, promovido pelo Governo do Tocantins, através da Secretaria da Cidadania e Justiça (Seciju), em parceria com a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas) e a Secretaria da Segurança Pública (SSP), realizou 3.373 atendimentos em diversas áreas para a população da região do Jalapão.

Projeto contou com participação de diferentes pastas do governo.

As atividades aconteceram em Mateiros, entre os dias 7 e 9 de outubro, e tiveram o objetivo de garantir o exercício da cidadania por meio da descentralização de atendimentos essenciais.

Para a concretização de mais uma edição do projeto, equipes de diferentes setores da Seciju, Setas e SSP se mobilizaram com dedicação, realizando emissão de documentos, revelação de fotos, testes rápidos, cursos profissionalizantes, palestras, rodas de conversa, recadastramento de famílias quilombolas e mobilização da rede de proteção à criança e adolescente.

Durante os dias de atividade, temas como combate a violência contra a mulher, prevenção às drogas e respeito aos direitos humanos foram trabalhados com a comunidade local.

O alto número de atendimentos realizados surpreendeu positivamente os integrantes da ação.

A Diretora dos Direitos Humanos da Seciju, Sabrina Ribeiro, comemorou o sucesso da segunda 2ª Edição do Projeto e da parceria entre diferentes pastas do governo. “Nós estamos extremamente felizes e orgulhosos com as ações que realizamos aqui em Mateiros na 2ª edição do projeto Juntos Pela Cidadania. Essa ideia nasceu da Secretaria de Cidadania e Justiça e envolveu os demais serviços que o governo pode descentralizar, levando atendimentos aos municípios mais distantes”, ressaltou.

 

Além das expectativas

O alto número de atendimentos realizados surpreendeu positivamente os integrantes da ação. Durante os três dias atividades, foram emitidos 409 RG’s, 30 CPF’s, 936 fotos 3×4 foram reveladas, além de recadastramento de comunidades quilombolas.

Na área da saúde, 528 testes rápidos foram realizados para identificação de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s).

As ações também envolveram a capacitação de moradores, através de cursos profissionalizantes, no total, 160 pessoas foram certificadas em cursos de 60 horas e 510 atendidas nas áreas de corte de cabelo, design de sobrancelha e maquiagem. As atividades também contaram com a realização de palestras de conscientização sobre a violência contra a mulher, envolvendo 218 participantes.

Cerca de 3.373 atendimentos foram realizados entre diferentes serviços.

Para o Papiloscopista do Instituto de Identificação da SSP, Tito Lustosa, o grande número de atendimentos demonstra a dificuldade de acesso da população a documentos básicos.  “Nosso principal papel é a contribuição para o exercício da cidadania, pois o RG é um importante documento de relação entre o indivíduo, a sociedade e o governo, é com ele que o Estado atesta sua unicidade, sua individualidade como pessoa. Através desse projeto estamos contribuindo com isso, abrindo portas através da emissão do RG para o acesso da população a diversos benefícios. Essa ação foi além do que imaginávamos e atestou que devido ao difícil acesso ao município, a população sofre uma carência em relação a documentação”, relatou.

Foram emitidos durante a ação 409 registros gerais..

A Técnica da Gerência de Inclusão Produtiva da Setas, Rosy Barros, acredita que a ação teve um grande significado para a região, devido a carência de atendimentos na comunidade local. “O projeto em Mateiros teve um significado ainda maior, devido a dificuldade do acesso ao município e necessidade das comunidades, o de dar esperança para essas pessoas. Na entrega dos certificados, foi possível perceber a felicidades deles, devido a participação nos cursos profissionalizantes. Foi gratificante!”, destacou.

 

Proteção à criança e adolescente

A luta pela garantia de direitos das crianças e adolescentes também foi abordada ao longo das atividades. Entre as ações, foram realizadas palestras de prevenção às drogas, com 325 participantes; palestras sobre o Sistema Socioeducativo com participação de 108 adolescentes; além de oficinas lúdicas com 149 crianças da região do Jalapão.

A luta pela garantia de direitos das crianças e adolescentes também foi abordada ao longo das atividades.

Durante os dias de programação, também foram realizadas mobilizações e reunião com equipes da rede de proteção dos direitos da criança e adolescente. De acordo com a diretora de Direitos Humanos da Seciju, a reunião teve grande importância para diagnosticar os principais problemas enfrentados na região.

“Nós pudemos observar a satisfação de toda equipe em atender os moradores. Nós fomos em todas as escolas do município, realizando rodas de conversa, palestras sobre a importância do respeito aos direitos humanos e alertando os jovens sobre o perigo das drogas. A reunião com a rede de proteção da criança e o adolescente também foi muito importante, pois os conselheiros tutelares, o Centro de Referência e Assistência Social (Cras) e a Secretaria de Assistência Social de Mateiros trouxeram os problemas que vem enfrentando com os jovens, a partir disso, iremos trazer projetos para esse município, para que a consigamos diminuir o alto índice do abuso de drogas entre os jovens”, ressaltou Sabrina.

Ação contou com oferta de cursos profissionalizantes.

Fotos: Tharson Lopes/ Governo do Tocantins.


Was This Post Helpful:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Deixe seus Comentario