Categorias
Uncategorized

Quatro anos após crime, inquérito é concluído e homem é indiciado

A Polícia Civil divulgou nesta terça-feira, 17, a conclusão do inquérito de uma tentativa de homicídio que aconteceu há quatro anos, no dia 19 de junho de 2014, em Araguaína. Conforme apurado pelo delegado Luiz Gonzaga da Silva, responsável pelo caso, o crime envolveu Wanderson Vieira da Silva Sousa, autor dos golpes de faca, sua mãe e sua esposa; e a vítima e cunhado de Wanderson, Deuzivan da Silva Araújo, que estava com sua filha recém-nascida no colo no momento do ataque.

Segundo relata a Secretaria de Segurança Pública (SSP-TO), a vítima Deuzivan teria gritado com a mãe de Wanderson, momento em que este sacou uma faca que estava em sua posse e desferiu um golpe no braço de Deuzivan, que estava com sua filha recém-nascida em seus braços. Após o primeiro golpe, a vítima virou-se para proteger a bebê, momento em que Wanderson desferiu mais dois golpes de faca nas costas da vítima.

Após o fato, Wanderson fugiu do local e Deuzivan foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital Regional de Araguaína (HRA). Tendo Deuzivan sobrevivido, Wanderson passou a ameaçar a vítima enviando mensagens de texto com frases do tipo “Tu não morreu ainda não, mas eu vou Terminar o que comecei”.

O inquérito policial foi concluído recentemente, sendo que Wanderson foi indiciado pelo crime de tentativa de homicídio duplamente qualificado pelo motivo fútil e por ter agido sem dar possibilidade de defesa a vítima, por esfaqueá-la pelas costas.

O caso agora foi encaminhado ao Poder Judiciário para as medidas cabíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *