Categorias
SLIDE TOCANTINS

TCE divulga contas irregulares de agentes públicos e parlamentares aparecem na lista

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) mantém em seu site uma relação de gestores com contas julgadas irregulares e, na lista que é atualizada quase que diariamente aparecem agentes públicos com atuação em todo o Estado, inclusive os nomes do ex-deputado estadual José Bonifácio, ex-veredor da Capital Ivory Lira, e o atual deputado federal César Hallum.

José Bonifácio, teve suas contas negadas pelo Tribunal de Contas, ainda por sua gestão de ex-prefeito de Tocantinópolis em 2004. De acordo com o acórdão publicado, houve a constatação de irregularidades nas contas apresentadas e também no processo de auditoria.

Questionado pelo T1, o ex-parlamentar deu de ombros perante a publicação e afirmou “toda vez é isso”, mas que “como não concorrerá mais, devido à idade”, não deu tanta importância ao fato.

O ex-vereador de Palmas, Ivory de Lira, teve as contas negadas de quando desempenhava o cargo de ordenador de despesas do gabinete do prefeito de Palmas, em exercício financeiro de 2010, por “déficit financeiro, inexistência de escrituração contábil, registros contábeis incorretos, ausência de controle interno na unidade”, entre outros.

Já o deputado federal pelo PRB, César Hallum, ainda enquanto presidente da Assembleia Legislativa do Estado em 2006, teve suas contas negadas por “insuficiência financeira junto aos compromissos assumidos, não comprovação de despesas com distribuição de material gratuito, não comprovação de despesas com diárias, não comprovação de despesa com veiculação, ressarcimento ilegal de diárias e refeições, despesas com suprimentos de fundos não comprovadas, fracionamento de despesa e despesa sem licitação, irregularidades em procedimentos licitatório” e mais.

O TCE-TO explicou ainda que esta lista está sendo revisada e que até o dia 15 de agosto apresentará uma relação definitiva à Justiça Eleitoral, conforme previsto na Lei nº 9.504/97. Até lá, nomes podem ser incluídos ou excluídos da lista em questão.

O Portal T1 tentou entrar em contato com o Ivory e com a assessoria do deputado Halum, mas as ligações não foram atendidas. A equipe aguarda um posicionamento mantém o espaço aberto, caso queiram se manifestar sobre o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *