Categorias
TOCANTINS

Com foco no Sistema Integrado de Metas, Polícia Civil e Militar alinham estratégias para combater a criminalidade em Taguatinga

Encontro para alinhar as tratativas das ações integradas reuniu representantes das forças de segurança presentes em Taguatinga.

Com foco no Sistema Integrado de Metas, Polícia Civil e Militar alinham estratégias para combater a criminalidade em Taguatinga

Com objetivo de integrar as Forças de Segurança para reforçar o combate à criminalidade, a Polícia Civil do Tocantins, por meio da 103° Delegacia de Polícia de Taguatinga, se reuniu nesta semana com o comando da Polícia Militar daquela cidade. O encontro marca a continuidade das tratativas de ações estratégicas para reprimir o tráfico de drogas, roubo a bancos, crimes relativos a violência doméstica e contra a mulher e homicídios.

O delegado-chefe da 103ª DP de Taguatinga, Márcio Duarte, por sua vez, explicou que o reforço no policiamento ostensivo e investigativo possibilita que os índices de criminalidade sejam reduzidos, garantindo a efetiva segurança da população. O Delegado informou que a Polícia Militar reforça a segurança nas ruas e está próxima a população, enquanto a Polícia Civil trabalha na investigação, uso de dados e serviço de inteligência para elucidar crimes e identificar criminosos.

O delegado-adjunto da 103ª DPC de Taguatinga Eduardo Nunes explica que as ações que estão sendo planejadas fazem parte do Sistema Integrado de Metas, estabelecido pelo Governo do Tocantins por meio do Decreto nº 6.198 de 9 de dezembro de 2020.  Ele destaca que a junção da inteligência com análise de dados e ações planejadas em locais de maior incidência de crimes permitirá um mapeamento e estratégias efetivas para combater ocorrências vultosas.

Sistemas
Junto com o Sistema Integrado de Metas, o Governo do Tocantins estabeleceu o Sistema de Inteligência da Segurança Pública (Decreto nº 6.197 de 9 de dezembro de 2020). O objetivo dos dois sistemas é proporcionar uma resposta mais efetiva no combate à criminalidade. Os sistemas possibilitam realizar o enfrentamento dos crimes contra a vida e contra o patrimônio de forma planejada e com base em dados coletados onde são analisados fatores como o georreferenciamento das manchas criminais, inteligência e procedimentos investigatórios.

O Sistema Integrado de Metas e o Sistema Estadual de Inteligência da Segurança Pública decorrem das ações previstas no Plano Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (PESSE), que foi instituído ainda no ano de 2019 pelo Governo do Tocantins e que prevê o planejamento e ações para os próximos 10 anos.

 

Patricia de Paiva – Governo do Tocantins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *