Categorias
MUNDO

Por onde andam os iates de Abramovich, que fogem das sanções contra a Rússia?


Reino Unido bloqueou os bens do empresário russo Roman Abramovich em razão da conexão dele com Vladimir Putin. Bilionário é considerado o 142º homem mais rico do mundo, segundo ranking da Forbes. O superiate Solaris de Roman Abramovich é visto no porto de Barcelona em foto de 3 de março de 2022
Albert Gea/Reuters
Um superiate ligado ao empresário russo Roman Abramovich deixou Barcelona na terça-feira (8). Segundo a agência de notícias Reuters, a embarcação passava por reparos em um estaleiro local.
Dois dias depois, o Reino Unido bloqueou os bens de Abramovich em razão da sua conexão com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, em meio a medidas impostas por conta da guerra na Ucrânia.
O anúncio de sanções a oligarcas russos gerou uma forte movimentação no Mediterrâneo e diversas embarcações precisaram fugir para não serem bloqueadas pelas autoridades europeias.
Mas afinal, por onde andam os iates de Abramovich?
Segundo a imprensa especializada em embarcações de luxo, o dono do time de futebol britânico Chelsea F.C. também é dono de dois superiates:
O Solaris, de 140 metros, que navega sob a bandeira das Bermudas
O Eclipse, de 163 metros, que também tem a bandeira das Bermudas
O bilionário, que é considerado o 142º homem mais rico do mundo, segundo ranking da Forbes, não se pronunciou sobre a localização dos barcos ou até mesmo de seu avião, um Boeing 767-300ER.
No entanto, segundo a plataforma de rastreios de navios Vessel Finder, os dois superiates estariam se locomovendo em águas internacionais.
Solaris
O superiate Solaris de Roman Abramovich é visto no porto de Barcelona em foto de 3 de março de 2022
Albert Gea/Reuters
A embarcação Solaris deixou o estaleiro que estava, em Barcelona, por volta das 17h (local, 13h em Brasília) da terça-feira e viajava em direção da Itália.
Registros mostram que a embarcação de US$ 600 milhões se aproximou da costa da Sicília na quinta-feira, mas nesta sexta já contornou a península italiana e segue pelo Mar Adriático.
Superiate Solaris, de Roman Abamovich, vai em direção do Mar Adriático em 11 de março de 2022
Reprodução/Vesselfinder.com
Eclipse
Segundo maior iate do mundo, Eclipse, em Gibraltar, em foto de agosto de 2012
Moshi Anahory/CC BY-SA 2.0
Já o Eclipse, segundo maior iate do mundo, viajava pelo Mar do Caribe no início desta semana. No entanto, de acordo com a Vesselfinder, o superiate se aproxima da costa da África nesta sexta.
A embarcação de quase US$ 400 milhões foi comprada pelo empresário em 2010, conforme a Forbes. Não há confirmação do destino, mas os barcos podem querer se aproximar de portos em países que não têm acordos de extradição com os Estados Unidos ou países europeus.
Superiate Eclipse, de Roman Abramovich, se aproxima da costa da África em 11 de março de 2021
Reprodução/Vesselfinder
Sanções contra o bilionário russo
O Reino Unido anunciou, nesta quinta (10), o congelamento de ativos do dono do clube inglês de futebol Chelsea F.C., Roman Abramovich, por causa da conexão dele com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, além de sanções a seis outros oligarcas russos.
No início do mês, Abramovich havia colocado à venda o clube inglês e disse que destinaria o lucro para vítimas da guerra na Ucrânia. O bloqueio dos bens anunciados hoje impede essa venda.
Também ficam suspensas a venda de novos ingressos e mercadorias do time, bem como a negociação de jogadores. No entanto, o governo britânico disse que o Chelsea poderá continuar jogando e quem já tem ingressos poderá ir aos jogos.
Abramovich diz que vai vender o Chelsea e doar lucro para vítimas da guerra na Ucrânia
Sanções a oligarcas russos

Fonte: G1 Mundo